sábado, 3 de março de 2012

Quando o desespero bate a porta


Quando o desespero bate a porta é porque já passou da hora de nós nos humilharmos diante de Deus, é claro que não devemos nos humilhar a Deus somente nas dificuldades, mas também diante das conquistas e abundâncias.
Neste artigo tenho intuito de falar sobre o Orgulho do homem, e a humilhação a Deus.

Um grande exemplo de orgulho humano na Bíblia Sagrada é dos fariseus, eles eram chatos, religiosos, limpavam-se por fora, mas por dentro estava cheio de rapina, sujeira, eis aí uma lição para nós, o nosso coração deve está afastado de todo o pensamento maligno, pensamento mundano, pensamento soberbo...


Jesus os advertiu seriamente:
Mas ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que fechais aos homens o reino dos céus; e nem vós entrais nem deixais entrar aos que estão entrando.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que devorais as casas das viúvas, sob pretexto de prolongadas orações; por isso sofrereis mais rigoroso juízo.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que percorreis o mar e a terra para fazer um prosélito; e, depois de o terdes feito, o fazeis filho do inferno duas vezes mais do que vós.
Ai de vós, condutores cegos! pois que dizeis: Qualquer que jurar pelo templo, isso nada é; mas o que jurar pelo ouro do templo, esse é devedor. 
(Mateus 23:13-16)

Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; deveis, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.
Condutores cegos! que coais um mosquito e engolis um camelo.
Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que limpais o exterior do copo e do prato, mas o interior está cheio de rapina e de iniqüidade.
Fariseu cego! limpa primeiro o interior do copo e do prato, para que também o exterior fique limpo. 
(Mateus 23:23-26)



É a coisa é séria!
O orgulho do homem é terrível, o deixa pensando que é melhor do que os outros, sendo o pior dos pecadores, Jesus veio para nos libertar, e Ele quer tirar todo o orgulho de nosso coração, não somos nada, apenas pó e cinza, veja o que Jó disse em sua aflição.
Então respondeu Jó ao SENHOR, dizendo:
Bem sei eu que tudo podes, e que nenhum dos teus propósitos pode ser impedido.
Quem é este, que sem conhecimento encobre o conselho? Por isso relatei o que não entendia; coisas que para mim eram inescrutáveis, e que eu não entendia.
Escuta-me, pois, e eu falarei; eu te perguntarei, e tu me ensinarás.
Com o ouvir dos meus ouvidos ouvi, mas agora te vêem os meus olhos.
Por isso me abomino e me arrependo no pó e na cinza. 
(Jó 42:1-6)



O ser humano é totalmente dependente de Deus para sua salvação, e não podemos fazer nada sem o auxílio do Rei dos Reis.


Veja o que o Apóstolo Paulo disse aos Filipenses:
Ainda que também podia confiar na carne; se algum outro cuida que pode confiar na carne, ainda mais eu:
Circuncidado ao oitavo dia, da linhagem de Israel, da tribo de Benjamim, hebreu de hebreus; segundo a lei, fui fariseu;
Segundo o zelo, perseguidor da igreja, segundo a justiça que há na lei, irrepreensível.
Mas o que para mim era ganho reputei-o perda por Cristo.
E, na verdade, tenho também por perda todas as coisas, pela excelência do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor; pelo qual sofri a perda de todas estas coisas, e as considero como escória, para que possa ganhar a Cristo, 
(Filipenses 3:4-8)



Ilustração:
Agora imagino um fariseu, recebendo aquela Palavra de Jesus Cristo, suas falas estão o atormentando, o que se lembra é Ai de vós! Ai de vós! escribas e FARISEUS, HIPÓCRITAS!, nesta hora o fariseu começa perceber seu miserável orgulho, cai ao chão de joelho e começa a chorar, e pedir perdão ao Senhor, e uma voz que diz ao seu coração. Perdoados são os teus pecados! VÁ E NÃO PEQUES MAIS!
Aquele homem agora Cristão, levanta-se e parece que um grande fardo saiu de suas costas, e diz: Louvado seja Deus o Criador do Céus e da Terra.


Não deixe o orgulho tomar conta do seu coração, se humilhe diante do Deus Todo-Poderoso, que Ele te aliviará!
Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. 
(Mateus 11:28)

4 comentários:

  1. Muito bom querido!
    O orgulho é a chave para o inferno!
    Sem reconhecermos a nossa necessidade de Deus jamais entraremos lá.
    Muito Bom!

    ResponderExcluir
  2. Eu estava pensando justamente sobre isso. O orgulho é um mal que entra de mansinho...O orgulho nunca se sente assim...Um pecado dificil de tirar e muito, muito perigoso. Deus não tem conta com os orgulhos, e os orgulhos não tem espaço dentro de si para Deus, só para eles mesmos.
    Nós que pregamos ou louvamos, estamos de alguma forma em evidência temos que tomar mto cuidado com o orgulho. Como a bíblia diz: "Aquele, pois, que cuida estar em pé, olhe não caia"
    1 Coríntios 10:12

    Todos nós estamos sujeitos a tal pecado, portanto sejamos vigilantes sempre!

    ResponderExcluir
  3. A Paz de Cristo Amados!!
    Gostaria de compartilhar algo que acabei de ler sobre humildade.Que vai ao encontro do que o irmão Anderson postou aqui. O texto abaixo foi extraído do livro "Cartas do Diabo a seu aprendiz” de C.S. Lewis.
    O Screwtape um Diabo experiente escreve a seu sobrinho e aprendiz:

    (…)O Inimigo(que no livro é Deus) quer trazer o homem a um estado de mente no qual ele poderia desenhar a mais extraordinária catedral de todos os tempos, e saber que de fato ela era incomparável, e se alegrar em extremo por tê-la desenhado,sem se sentir nem um miligrama menos feliz (ou mais) se soubesse que tinha sido desenhada por outra pessoa. O Inimigo(Deus) quer, no final, que ele seja tão livre de qualquer opinião em seu próprio favor que consiga alegrar-se por seus próprios talentos tão francamente e agradecidamente quanto pelos talentos dos seus semelhantes, ou por uma manhã de sol, ou ao ver um elefante ou uma cachoeira. Ele quer cada homem, ao longo de sua vida, seja apto a reconhecer todas as criaturas (mesmo Ele próprio) como coisas gloriosas e excelentes. Ele(Deus) quer matar em todos eles o amor-próprio tão rápido quanto possível, mas em Sua política de longo-prazo, temo eu, Ele(Deus) devolva a eles tudo que lhes tirou, como um novo tipo de amor-próprio que se espalha por toda a raça humana, em forma de caridade, gratidão por todos, inclusive por ele mesmo.(…)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. DeMaria Mary, paz!

      Grato pelo comentário, muito obrigado pela sua participação e por ter incrementado um pouco mais ao assunto, tão delicado.
      Comente e participe todas as vezes que quiser.

      Em Cristo,
      Anderson Cruz

      Excluir