domingo, 15 de janeiro de 2012

Quando a televisão tira a visão

Televisão, hoje muitas vezes é substituída pelo computador, porém há uma grande parcela de pessoas que ainda assistem e bastante televisão.
Esse tema do crente e televisão é assunto velho, já gerou muitas controvérsias, confusões, afinal cristão deve assistir televisão?


Para responder essa questão, devemos ter o mesmo raciocínio de minha análise sobre "Redes Sociais e Comunhão com Deus", podemos sim, porém não nos prender, e olhar para o que Paulo escreveu aos Coríntios.


Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm.Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma (I Coríntios 6, 12).
Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas convêm; todas as coisas me são lícitas, mas nem todas as coisas edificam. (I Coríntios 10, 23)


A resposta é fácil, simplesmente não devemos assistir aquilo que não convêm a um cristão, não devemos assistir aquilo que não nos edifica.
As pessoas geralmente falam que não tem nada ver, assistir uma coisa ou outra, porém muitas das coisas que se passa é um pensamento mundano, é o mundo entrando dentro de nossa casa, e nós achando graça, e aquilo vai entrando em nossa mente e começamos achar algo mundano normal, e vamos caindo no velho ERRO daquela frase "não tem nada não", vemos outra coisa e frase que sai é "não tem nada não", até isso começar entrar dentro da Igreja, e gerar grande e sérios problemas em nossa comunhão com Deus.


Esse assunto não é brincadeira, o que a televisão tem colocado em nossa mente não é brincadeira, a Igreja tem que andar na contra-mão do mundo. As más conversações, corrompem os bons costumes, como diz o Apóstolo Paulo, mesmo que sejamos taxados de "antigos", "certinhos", "santarrão", "crentão", não podemos deixar os princípios bíblicos, entretanto não podemos cair no erro da religiosidade, que também é uma grande falha daqueles que querem manter-se dentro da Bíblia.


Outra coisa também, é quando o crente deixa de ir para a igreja para assistir programas, novelas, filmes, séries, e assim por diante...Não tem como nem comentar sobre isso, uma pessoa que está verdadeiramente impactada pela mensagem da Cruz, jamais deixaria de ir para igreja para ficar em casa assistindo televisão.
Nesse momento que o Título "Quando a televisão tira a visão" faz sentido, pois quanto mais somos presos pela televisão, mais nos distanciamos de Deus, não só a televisão, mas tudo aquilo que nos prende, devemos ter cuidado.


Vendo um vídeo do John Piper, ele fala que o que tem nos atrapalhado não são coisas ruins, mas sim coisas boas, achei muito interessante essa conclusão, pois realmente muitas vezes estamos fazendo coisas legais, divertidas de se fazer, não que seja errado, mas deixar de ter comunhão com Deus para fazer outras coisas, é errado. ERRADO para quem quer ter comunhão com Deus, pois devemos ter em mente que DEUS NÃO É NENHUM DITADOR, Ele fala que se nos achegarmos a Ele e nos achega a nós.


Conclusão


Deus está sempre pronto para nos achegarmos a Ele, Ele não é nenhum ditador, portanto Ele não manda, ou proibi de fazer alguma coisa, e sim nos instrui.
A Bíblia Sagrada não é um livro de regras, mas sim um livro infalível de instruções, que devemos seguir, sem cair no erro da religiosidade de que tudo é errado, tudo não pode.


Medite nesta palavra:
Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem. 
1 Timóteo 4:16


Nenhum comentário:

Postar um comentário